Milionários correndo atrás de uma bola

O dinheiro exorbitante do mundo futebolístico

Futebol é também um assunto que pode causar tremores no planeta Terra. Um exemplo? A apresentadora do jornal televisivo do canal France2, Anne-Sophie Lapix, foi obrigada a pedir desculpas, depois de ter lançado uma frase ácida a respeito dos salários milionários de jogadores de futebol, na última quarta-feira:

A Copa do Mundo começa amanhã e vamos poder ver milionários correndo atrás de uma bola

Com uma intensa carga de sarcasmo na chamada da reportagem, a jornalista recebeu uma enxurrada de críticas, positivas e negativas, dos telespectadores que, imediatamente, reagiram via Facebook ou Twitter. Como sempre, nas redes sociais, os mais enraivecidos tiveram visibilidade, chocados com a metáfora da «âncora» do noticiário.

Diante da polêmica, Anne-Sophie Lapix acalmou os ânimos de seus fãs franceses (ou novos detratores de plantão, inconformados com a ousadia da jornalista), escrevendo no Twitter:

Eu não tenho nenhum desprezo pelo futebol, jogadores e esportistas, muito pelo contrário. Desejo a todos uma magnífica Copa do Mundo

Que fechem as cortinas! Ou melhor, que a bola role nos pés dos ricaços.

Para terminar, vale acrescentar que a reportagem do jornal da TV France2 destacou os salários de alguns futebolistas, principalmente os 100 mil euros diários de Neymar. Em moeda nacional, nosso «deus brasileiro do futebol» ganha quase R$ 400 mil diariamente!